CFMV Contribui para o Registro Genealógico de Animais Domésticos

 

7 DE ABRIL DE 2016 

 

O Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) encaminhou, no dia 20 de março, ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), sugestão para o projeto de instrução normativa que estabelece categorias de registro genealógico dos animais domésticos de interesse zootécnico.

A Comissão Nacional de Saúde Pública Veterinária (CNSPV/CFMV) sugere a obrigatoriedade do exame de DNA para comprovar o parentesco de animais gerados por biotecnologias que envolvam a gestação em fêmeas.

No texto atual, a confirmação do parentesco para liberação dos certificados de registro genealógico seria apenas por meio de laudo, termo considerado abrangente pelo CFMV.

Além de listar as categorias que devem ser adotados para inscrição pelo Serviço de Registro Genealógico das entidades nacionais, a IN também lista as exigências que devem ser cumpridas nos certificados de registro ou controle de genealogia. Cita ainda a obrigatoriedade da inspeção zootécnica de animais importados visando sua nacionalização.

Registro genealógico – O registro genealógico tem como objetivo o controle da genealogia dos animais a fim de contribuir para o melhoramento genético animal, por meio de cruzamentos direcionados a uma determinada melhoria no aspecto produtivo.

Segundo o Mapa, a prática contribui para a eficiência produtiva do animal, trazendo resultados positivos para o agronegócio nacional com qualidade nos produtos, maior oferta e menor preço de mercado.

Fonte: Assessoria de Comunicação do CFMV

  • Facebook Social Icon

patrocínio:

Entidade sem fins lucrativos